novembro, 2017

Don Melchor 2015: a nova safra do grandioso Cabernet Sauvignon do Alto Maipo

Uma nova safra de Don Melchor foi lançada recentemente no mercado. Trata-se da safra 2015, a N°29 do Cabernet Sauvignon ícone do Alto Maipo, que tem sido definida por seu enólogo Enrique Tirado como uma das melhores safras do vinho até hoje.

Uma combinação de extraordinárias qualidades no vinhedo resultou em uma das melhores colheitas de Don Melchor desde seu início, em 1987. Seu enólogo Enrique Tirado explica que “A sinergia entre solo, clima e vinhedo foi algo raro.” Precipitações totais mais baixas que em um ano normal (277 mm), mais concentradas no inverno e até o mês de setembro, favoreceram a reserva de água nos solos, garantindo um crescimento inicial adequado dos brotos. No mês de novembro, com boas temperaturas e clima seco, obteve-se uma floração e um vingamento apropriados e uniformes, o que permitiria um amadurecimento homogêneo dos cachos, condição vital para a obtenção de um amadurecimento único na colheita Em janeiro, um início de verão seco e levemente quente (21 °C) gerou condições perfeitas para criar a restrição hídrica exata que favoreceria um pintor cheio de cores e uma grande concentração de taninos. O amadurecimento se desenvolveu em todo o período de forma completa, sem calor excessivo. Um mês de fevereiro com temperaturas normais (19,8 °C), ajudou a concentrar os compostos fenólicos necessários para produzir um grande vinho. Março foi mais fresco que o normal, sem calor excessivo (17,0 °C), o que contribuiu para um amadurecimento lento, concentrando todo o corpo, sabores e aromas, para finalmente, no mês de abril, manter-se levemente mais quente (14,7 °C), mas sempre em um ambiente fresco proporcionado pela imensidade da Cordilheira dos Andes, que permitiu desenvolver uma safra ótima durante todo o mês de abril até inícios de maio.Esta condición de desarrollo durante toda la temporada, permitió una expresión muy profunda en Don Melchor: una mezcla de aromas y sabores muy intensos, con una diversidad de capas de expresiones muy únicas en esta vendimia. Cada parcela expresaba con mucha fuerza una personalidad particular, otorgándole una complejidad mayor a los vinos finales.

 

Ao elaborar o blend em julho de 2015, vimos com clareza os diferentes lotes do Don Melchor, perfeitamente combinados, o terroir de Puente Alto em sua expressão mais profunda e equilibrada. Os aromas de frutas vermelhas vão se entremesclando delicadamente com suas notas minerais, como cinzas frias e grafite. Texturas finas e delicadas aparecem na boca; um vinho amplo e generoso.

A safra 2015 está composta por 92% Cabernet Sauvignon, 7% Cabernet Franc e 1 % Petit Verdot e esteve armazenada por 15 meses em barris de carvalho francês.

“Excepcional em qualidade, a natureza revelou seu equilíbrio perfeito. A safra 2015 é uma das melhores expressões de Don Melchor da qual tenho lembrança em toda minha carreira detrás deste magnífico vinho. Don Melchor 2015, é, sem dúvida, uma das melhores safras da minha vida”

Enrique Tirado.